fbpx
Entenda porque fazer treinamento de integração na empresa pode trazer ótimos resultados

Entenda porque fazer treinamento de integração na empresa pode trazer ótimos resultados

Você provavelmente já ouviu falar em treinamento de integração, não é mesmo? A questão é que talvez você não saiba exatamente qual é a importância de implementar esse tipo de ação na empresa e nem, tampouco, quais são os benefícios dessa prática.

O treinamento de integração, como o próprio nome sugere tem por objetivo integrar um novo funcionário a equipe de trabalho, às regras da empresa e ao ambiente de maneira geral.

Sendo assim, pensando em ajudar você a entender por que fazer treinamento de integração na empresa pode trazer ótimos resultados, elaboramos o post de hoje com as principais informações sobre esse assunto! Continue a leitura e saiba mais.

Para que serve um treinamento de integração?

Como dissemos no início, o treinamento de integração ou onboarding, tem por finalidade integrar o funcionário que acabou de ser contratado às regras, práticas e filosofias da empresa na qual ele está ingressando.

Vale dizer ainda que essa integração é importante também para que o funcionário novo se sinta mais confortável e seguro, em função do suporte e atenção recebidos por parte da empresa.

Dessa maneira, podemos afirmar que essa recepção cuidadosa oferecida ao novo colaborador certamente vai influenciar na sua adaptação, produtividade e até mesmo na sua motivação diária para o trabalho.

Quais são as vantagens desse tipo de treinamento?

Nesse contexto, podemos concluir os claros benefícios auferidos por parte da empresa que terá em um curto período um colaborador ativo, eficiente, adaptado e motivado.

Logo são inúmeras as vantagens de elaborar um treinamento de integração que forneça as condições necessárias para que o novo funcionário se enquadre nos padrões de trabalho da organização o mais rápido possível.

Podemos citar como as principais vantagens desse tipo de treinamento:

Integração de equipes

Um treinamento de integração bem elaborado vai propiciar uma integração mais rápida do novo funcionário com a sua equipe de trabalho direta, o que favorece o clima organizacional e o bom relacionamento entre as pessoas.

Padronização das informações

Com a padronização das informações o novo funcionário não se sente perdido no exercício de suas funções e a empresa ganha com a certeza de que seus objetivos e regras serão fielmente cumpridos.

Retenção de talentos

Uma grande vantagem associada ao treinamento de integração é que quando o funcionário se sente acolhido e amparado no ambiente de trabalho, dificilmente ele vai buscar novas oportunidades no mercado. Dessa maneira, os talentos são mantidos com mais facilidade.

Redução de custos

Como uma das consequências da retenção de talentos (derivada do treinamento de integração), podemos citar a redução dos custos com a rotatividade excessiva de funcionários nos quadros da empresa.

Resumindo, quanto mais adaptados e felizes os funcionários estiverem, menor será a rotatividade, menor serão os custos derivados disso e maior será as vantagens da empresa.

Como estruturar um bom treinamento de integração?

Agora que já destacamos algumas das vantagens de implementar um bom treinamento de integração surge a dúvida de como estruturar esse processo da melhor maneira possível.

E antes de mencionarmos algumas sugestões práticas, convém ressaltar que o treinamento de integração precisa estar ajustado à realidade e imagem da empresa, o que significa dizer que empresas maiores podem ter que dividir os treinamentos por setores.

Assim, como também vale destacar que essa metodologia precisa ser revista toda vez que um elemento estrutural da empresa for alterado, a fim de que o conteúdo e os materiais aplicados não se tornem ultrapassados.

Dito isso, esse treinamento pode abordar os seguintes itens:

Informações relevantes sobre a organização

Tudo que for relevante para o funcionário e para a organização precisa ser transmitido com o máximo de clareza e objetividade, logo no começo do treinamento.

Faz parte desses temas conduzir o colaborador por um tour pela empresa, apresentando para ele a localização dos departamentos e dos setores mais importantes, bem como a sua estação de trabalho.

Considere incluir no percurso lugares como a cozinha ou refeitório, os banheiros mais próximos da sala onde ele vai ficar, assim como a sala do seu líder direto e a sala do RH.

Apresentação da cultura da empresa

Ainda no que se refere às informações relevantes sobre a empresa é fundamental que o novo integrante da equipe conheça a história da empresa, a missão e os valores mais estimados pela organização.

O ideal, especialmente, no que tange a esses 3 quesitos é que essas informações estejam escritas em um manual ou registradas em alguma área virtual interna que os colaboradores tenham acesso constante.

Esse cuidado é importante, para que todos os funcionários, inclusive os antigos, possam revisitar essas informações sempre que for necessário, sem que tenham que se dirigir a alguém em busca desses dados.

Apresentação dos colegas e gestores

Ainda na fase inicial do treinamento de integração é muito importante fazer a apresentação dos colegas de trabalho diretos bem como dos gestores aos quais o novo funcionário deverá se reportar.

Nesse sentido, é interessante criar uma cultura interna de boas-vindas para os novos integrantes do time, visando promover e facilitar a adaptação do novo membro.

Dependendo da viabilidade dessa prática, pode ser indicado montar uma pequena reunião ou um pequeno lanche, com um toque um pouco mais descontraído, com o propósito de quebrar o gelo inicial para o novo funcionário.

Direitos e deveres dos colaboradores

Uma vez que as apresentações dos colegas e gestores tenham sido feitas é chegada a hora de detalhar para o funcionário quais são os seus direitos e seus deveres.

Essa etapa não pode ser ignorada já que os direitos do colaborador, em geral, servem para motivá-lo e os deveres para nortear toda a sua conduta no ambiente de trabalho, tais como prazos, metas, tarefas, etc.

Nesse momento, é vital, mais uma vez, ter um manual escrito acerca dessas diretrizes e normas, assim como conferir com o funcionário se tudo foi devidamente compreendido por ele, afinal, mal entendidos podem gerar muitos problemas depois.

Benefícios oferecidos pela empresa

Os benefícios disponibilizados pela empresa também merecem atenção e precisam ser apresentados para o funcionário que está entrando para o time.

Esses elementos podem vir a ser determinantes para a retenção de talentos, para o aumento da produtividade e para maior satisfação do colaborador, logo, precisam ser explicados e valorizados pela pessoa que está executando o treinamento de integração.

Nessa fase é preciso deixar claro para o novo funcionário a data de pagamento do salário, os benefícios e adicionais oferecidos, as premiações e bonificações que existirem, as regras para adiantamentos, promoções e bonificações, além é claro do turno de trabalho e do tempo de descanso permitido.

Sistema de avaliação dos funcionários

Um novo funcionário precisa saber exatamente como seu trabalho será avaliado pela empresa, de modo que ele possa se ajustar rapidamente ao que se espera do desenvolvimento das atividades dele.

Avaliações bem sucedidas costumam considerar vários aspectos da vida funcional do trabalhador, que vão desde o seu relacionamento interpessoal, passando pelo seu equilibro emocional e até ao desempenho de suas tarefas propriamente ditas.

Sendo assim, é fundamental que o colaborador saiba exatamente como ele deverá se portar e como ele será avaliado, inclusive com qual periodicidade essas avaliações vão ocorrer, por quem serão realizadas, e qual o prazo para melhorias a partir do feedback dado.

Orientação em relação às expectativas

Justamente porque o colaborador será avaliado, conforme dissemos acima, é que ele precisa estar plenamente ciente das expectativas em relação ao trabalho que ele vai desempenhar e ainda o tempo esperado para que ele compreenda totalmente as suas funções cotidianas.

Sendo assim é imprescindível informar para o colaborador tudo o que diz respeito às tarefas dele, compreendendo dados sobre metas, expectativa em relação aos resultados, tempo mínimo de aprendizado, entre outros assuntos pertinentes ao cargo que ele vai ocupar.

Esse alinhamento de expectativas economiza tempo, otimiza o trabalho e costuma ser bastante eficaz no sentido de contribuir para a adaptação do novo colaborador às suas obrigações do dia a dia.

Como verificar se o treinamento de integração foi eficaz?

Agora de nada vai adiantar elaborar um treinamento de integração super completo e eficiente se os resultados não forem acompanhados de perto por algum funcionário mais experiente ou pelo gestor da área em questão.

Pensando nisso, listamos abaixo algumas das melhores práticas para ajudar o setor responsável a verificar se o treinamento foi eficaz e se o novo colaborador está de fato ajustado ao trabalho e ao ambiente corporativo.

Acompanhe o desenvolvimento do funcionário

O novo funcionário precisa se sentir amparado e acolhido pela empresa e pelos colaboradores que ali estão, de modo que é fundamental acompanhar o seu desenvolvimento oferecendo suporte e apoio até que ele tenha o total domínio da sua rotina de trabalho.

Esse acompanhamento precisa ser próximo o suficiente para ampará-lo, como já mencionamos, mas também precisa oferecer uma certa liberdade para que o novo funcionário não se sinta pressionado ou vigiado.

Logo, estamos falando de uma linha muito tênue entre um suporte adequado e uma conduta completamente desagradável que pode, inclusive, inibir e desanimar o colaborador, o que não seria nem um pouco positivo.

Disponibilize um canal para dúvidas

Uma maneira de oferecer esse suporte que estamos tratando é disponibilizar um canal direto para que o funcionário possa tirar dúvidas e/ou designar uma pessoa do time para desempenhar essa função.

Seja qual for a opção escolhida é vital que o novo colaborador sinta que tem um ou mais canais a sua disposição sempre que ele precisar esclarecer algo, ou ter mais informações acerca de um determinado assunto.

Esse canal precisa ser acessível o maior tempo possível, de preferência durante todo o tempo da jornada de trabalho e mais que isso, deve oferecer soluções de maneira rápida e clara, a fim de não prejudicar o andamento do serviço.

Verifique se o colaborador está adaptado

Não basta acompanhar o novo funcionário por um determinado período e depois “abandoná-lo” sem antes checar com cuidado se ele de fato está adaptado às novas funções e se tem condições de caminhar sozinho.

Sendo assim, é indicado verificar de forma detalhada se de fato, o novo funcionário está adaptado e seguro para exercer suas atividades sem o acompanhamento que foi oferecido no início de sua contratação e integração na empresa.

Uma excelente maneira para fazer essa checagem é disponibilizar para o colaborador um questionário no qual ele possa expressar de forma confortável o seu grau de ajuste à metodologia do trabalho, à cultura da empresa e a equipe que está mais próxima dele.

Como a Mode On eventos pode ajudar a sua empresa?

A Mode On Eventos pode ser uma ótima aliada na inclusão desse treinamento de integração a fim de colaborar com os objetivos da sua empresa uma vez que ela já atua há 6 anos no mercado, justamente na função de produzir e planejar eventos, nos mais variados formatos e tipos, mas principalmente focados no meio corporativo.

A empresa tem como grande diferencial a qualidade e desenvolvimento das equipes; além de ter expertise apurada para executar com excelência todas as etapas dos eventos de grande porte, por considerar de maneira global os indicadores primordiais para uma confraternização de sucesso.

Pode ser que você esteja se perguntando qual a relação entre os eventos corporativos e o treinamento de integração, não é mesmo?

Pois, saiba que, na verdade, existe uma conexão direta entre esses dois temas, já que os eventos e happy hours são excelentes oportunidades para oferecer treinamentos e para integrar equipes e novos funcionários, respectivamente.

Isso sem falar que os encontros e reuniões empresariais permitem que o novo colaborador compreenda mais facilmente a cultura da organização na qual ele está ingressando.

Diante de todos os aspectos que demonstramos ao longo do texto está evidente a importância do treinamento de integração, os ótimos resultados que essa prática pode oferecer para a sua empresa. E mais que isso, como os eventos corporativos podem ser excelentes canais de promoção e aperfeiçoamento dos relacionamentos e integrações dentro do ambiente de trabalho.

Sendo assim, convidamos você a entrar em contato com a Mode On Eventos para que você possa conhecer de perto todas as soluções que temos para oferecer para sua empresa de modo que seus treinamentos de integração sejam o mais bem sucedidos possível!

Share

Deixe uma resposta

Fechar Menu